29 de janeiro de 2007

A Ronda do PC



Ontem os pequeninos foram ao teatro.
De manhãzinha saímos da Idanha em direcção a Sintra. No autocarro ecoaram as canções da colónia, ainda um bocadinho roufenhas porque às 10h da matina não se pode exigir muito. A peça, intitulada "A Ronda das Fadas", está a decorrer na Quinta da Regaleira, cenário idílico e bem apropriado à história que nos foi contada. Através de três personagens atravessámos as quatro estações do ano e fomos levados directamente ao centro da terra. A peça agradou a todos, principalmente a um menino Pciano que se entreteu a achincalhar os tornozelos de uma das personagem, que, já à laia de desespero, o tentava evitar quando serpenteava na plateia.
Fomos ainda agraciados com NEVE E MUITO FRIO! Foi para ficarmos com os olhos bem abertos e atentos ao mundo que nos rodeia, pois com aqueles narizes vermelhos e mãos roxas é impossível não atentarmos na natureza.
Regressámos bem quentinhos no autocarro e aí sim, revigorados pelo frio cortante, cantámos a plenos pulmões "O sapo não lava o pé.." , na versão "o Beto não lava o pé", ele não levou a mal e até se riu. Pudera, actividade Pciana deixa-nos sempre bem dispostos... Haja alegria, e pezinhos bem lavados!

Cinema à séria!


Depois da actividade PCKotas- DVD caseiro, o Projecto Crescer Kotiano arrumou a trouxa e foi directo ao cinema. Depois de 16 bilhetes e quase outros tantos baldes de pipocas, lá invadimos a sala 7 e refastelámo-nos nas cadeiras. Ainda não tinha começado a exibição e já dois baldes jaziam, inertes, naquele frio chão. Entretanto começou o "À noite, no Museu", naquela tarde, no Odivelas Parque.
Depois de uns "ESTEJAM CALADOS!", "PARTILHEM AS PIPOCAS" e "DESLIGUEM OS TELEMÓVEIS", lá visionámos um filme que, definitivamente, se aconselha. A acção decorre no museu de História Natural onde coisas, no mínimo estranhas, ocorrem unicamente durante a noite. Quem sofre é, claramente, o personagem principal, que obtém no final, o desenlace merecido.
Os PCKotianos portaram-se bem e as animadoras também. Haverá recompensa? Claro, é já na próxima actividade!

Rapazes vs Raparigas



Num destes dias os PCKotas rumaram à capela da Idanha.
Com a animosidade própria dos adolescentes, lá admitiram que não se importariam de jogar um jogo que incluiria mímica, desenho e perguntas de cultura geral. Dividimo-los em dois grupos, rapazes e raparigas. Escusado será dizer (ou não?) que ganharam.. as RAPARIGAS! Pois é, não garanto que seja mesmo o 6º sentido feminino, mas pelo menos desenvoltura têm elas! Os rapazes nestas idades, (constatámos nós..as meninas), são muito envergonhados pelo menos para certas coisas, por isso mesmo que se pergunte a mais singela das coisas, tipo "quantos dedos tem um coelho nas duas patas", aqueles remetem-se a um profundo silêncio... Conclusão: Meninas 1 – Meninos – 0!
No entanto, o cenário mudou radicalmente quando fomos ver um DVD. Este, um thriller não muito aterrador, dominou as atenções masculinas que, no meio de assassinos, polícias e ladrões rejubilavam de emoção. As meninas, mais barulhentas, cochichavam segredos e tentavam pregar sustos aos mais incautos.
A malta gostou e as animadoras também. Principalmente na parte final, em que foram distribuídas.. tortas de chocolate e dúzias de Kit Kat! - Projecto Crescer.. (para os lados!)

23 de janeiro de 2007

Projecto Crescer também cresce

Hoje, o Projecto Crescer comemora 8 anos.
Parabéns a você...

a mim, a nós, a Ti.

CAMPANHA SORRISO DE NATAL


"Com apenas 1€ poderá oferecer 1 presente a uma criança Projecto Crescer"
Graças à generosidade mostrada pelas várias paróquias envolvidas (Idanha, Belas, Casal Novo), conseguiu-se o tão desejado: um presente para cada uma das nossas crianças. A campanha decorreu no dia 16 e 17 de Dezembro e em breve colocaremos aqui uma fotografia da Mãe Natal quando a entrega das prendas (porque, afinal, uma imagem vale por mil palavras). Só damos uma dica, observem com atenção, porque a nossa Mãe Natal não esconde o clubismo!

1.a Actividade dos Pckotas – ou já Adolescentes



Foi num dia de Dezembro que os nossos adolescentes se reuniram pela primeira vez no "ano lectivo" de 2006/2007.Após um esclarecedor jogo de apresentação, para saber se ainda se recordavam das características e particularidades dos seus compinchas (claro que para apontar defeitos todos têm uma memória prodigiosa!), propusemos uma actividade: escrever num postal em branco com a ponta de uma vela uma mensagem para um dos seus amigos.

Depois, era só colorir com tinta-da-china e voilá, apareciam uma a uma as palavras antes escritas. Ainda ficámos na expectativa de surgir uma ou outra declaração de amor ou até, porque não, de amizade (mas atendendo a que nessa manhã pululavam maioritariamente as hormonas masculinas, achámos mais plausível sairem dali piropos velados...) mas os nossos adolescentes mostraram-se sossegados e desejou-se o já esperado (e felizmente sentido) "Feliz Natal". Mais borrão menos borrão, (sim, há que confessar que nem todas as mensagens sairam propriamente legíveis, e que no fim a lavagem do chão com Sonasol e lixívia se revelou quase infrutífera, tamanha era a pintalguice que para ali ia - até tinta verde foi parar à lâmpada no tecto), mas o que interessa é que ninguém se furtou à actividade e, bem pelo contrário, se divertiram bastante naquela manhã.

Mas afinal, perguntar-se-ão vocês, como é que se afere o sucesso de uma actividade? Pergunta pertinente e, acima de tudo, fácil de responder: quando eles nos perguntam, uns mais expressivos que outros convenha-se, quando há nova actividade. Já diz o povo: "Quem corre por gosto...(ou é atleta ou foge à polícia!).
Grandes atletas que nós temos...

1.a Actividade dos PcKid´s - Pequeninos (e pré-adolescentes!)



Fizemos os avisos e adiantámos desde logo: "Dia 16 de Dezembro, às 9h30, festa surpresa!". Ou seja, tivemos quase 30 miúdos, dos 6 aos 13 anos, emocionados e ansiosos até à ponta do sabugo na porta da capela da Idanha, perguntando a quem passava "afinal, que vamos fazer?". Pois bem, primeiro houve a apresentação de todas as crianças e animadores. O objectivo não era rirmo-nos das caras uns dos outros, mas o certo é que as fotografias estavam tão..digamos..expressivas, que era inevitável gargalhada colectiva a cada foto que passava. Esperamos não ter traumatizado ninguém se bem que, eu própria e mais uns animadores, apanhados completamente desprevenidos, parecíamos uns pequenos palermas para grande gáudio da pequenada.

Seguiu-se um abundante almoço repleto de massas e salsichas, (mais uns chocolatinhos Kit Kat, não sei como ainda não acabaram, parecem a multiplicação dos pães) e a exibição de um mini-filme de Natal - quem sabia ler riu-se com as legendas, quem ainda não tinha o privilégio de privar com letras, riu-se na mesma, afinal as crianças são genuínas e contentam-se com pouco..!Para terminar, houve um atelier do qual resultaram artísticas coroas de natal que cada um levou para a sua respectiva casa. Atendendo à quantidade de irmãos que estão no PC de certeza que certas portas ficaram repletas de artesanato puro.

Adianta-se no entanto, que não obstante existirem coroas particularmente estranhas todas elas tinham um denominador comum: terem sido feitas com carinho e desvelada atenção. Com esse ingrediente e uma mãozinha divina até os objectos mais obtusos, como uma coroa que parecia um rolo de papel de cozinha, iluminam os nossos olhos e tornam orgulhosos os seus artesãos. "Pouco com Deus dá muito" lá diz o ditado..

Banco Alimentar


Já é sabido que a iniciativa Banco Alimentar contra a Fome ocorre duas vezes por ano. Também é sabido que o Projecto Crescer gosta sempre de se "imiscuir", vulgo voluntariar, e dar o seu contributo. Este ocorreu no dia 26 de Novembro, com os animadores Pcianos vestidinhos de branco, a tentarem sensibilizar os clientes do Continente de Alfragide. Ao todo, na campanha de recolha que decorreu no dia 25 e 26, foram angariadas 470 toneladas de produtos. Após discussão delicada do assunto, o PC concluiu que o seu contributo foi precioso e certamente serviu para recrutar, no mínimo dos mínimos, duas arrobas das referidas toneladas. E atenção, ainda não houve quem nos desmentisse.

O Magusto


Foi há mais de dois meses que iniciámos o 8º ano de vida do Projecto Crescer. E, como é seu apanágio, não fizemos a coisa por menos...celebrámos a festa do Magusto no dia 11 de Novembro com todos aqueles que compareceram à chamada! Mais uma vez houve jantar com direito a castanhas e acima de tudo animação, incluindo fotos e filmes das actividades e brincadeiras passadas.
Os amigos do PC foram agraciados não só com um divinal manjar (cozinhado pelas "voluntárias" de sempre) bem acompanhado pelas tradicionais e castanhas e já costumada sangria-maravilha. Depois de alguns copos partidos, fatias de tarte mal cortadas e vinho a pintar o chão, respirámos todos fundo e fizémos o balanço. O saldo? Indiscutivelmente positivo pelo que o PC agradece sinceramente o apoio, a companhia e a amizade concedida.